Configurando o MSSQLServer no Debian com o mssql-conf


Fala pessoal de TI, como estão ?

Vou replicar neste post, o segundo vídeo que postei no portal GSTI, falando sobre a utilização de Microsoft SQL com Debian.

No post anterior [ ESTE ], demonstrei como instalar a Database Engine do MSSQL Server

No vídeo abaixo, abordo algumas configurações, backups e monitoramento.

Bons estudos e até o próximo post.

Dúvidas/Sugestões/Reclamações: ricardo.santos@adminderedes.com.br

— Comandos—

01 – Testando a conexão a database engine via CLI.

# sqlcmd -S 10.10.10.200 -U SA -P ADM@123456

 

02 – Alterar a porta padrão do SQL

Obs…. Por padrão a porta de conexão é a 1433.

 

Passo 01 – Para alterar a porta siga o procedimento.

# sudo /opt/mssql/bin/mssql-conf set tcpport

 

Passo 02 – Para que a alteração tenha efeito é necessário reiniciar o serviço.

# systemctl restart mssql-server.service

 

Passo 03 – Para testar a conexão pela nova porta

# sqlcmd -S 10.10.10.200, -U SA -P ADM@123456

 

03 – Alterar o diretório padrão dos arquivos de Database

 

Passo 01 – Parar o Serviço do SQL

# sudo systemctl stop mssql-server

 

Passo 02 – Criar o novo diretório

# sudo mkdir /tmp/data

 

Passo 03 – Mudar os diretórios padrões

# sudo /opt/mssql/bin/mssql-conf set defaultdatadir /tmp/data

 

Passo 04 – Dar permissão de leitura e escrita no diretório para o usuário mssql

# sudo chown mssql /tmp/data

# sudo chgrp mssql /tmp/data

 

Passo 05 – Mover os arquivos do tempdb para novo diretório

# sudo mv /var/opt/mssql/data/tempdb.mdf /tmp/data

# sudo mv /var/opt/mssql/data/templog.ldf /tmp/data

 

Passo 6 – Iniciar o Serviço do SQL

# sudo systemctl start mssql-server

 

Seguir o mesmo passo-a-passo para os arquivos de LOG.

# sudo mkdir /tmp/log

# sudo chown mssql /tmp/log

# sudo chgrp mssql /tmp/log

# sudo /opt/mssql/bin/mssql-conf set defaultlogdir /tmp/log

# sudo systemctl start mssql-server

 

04 – Alterar o local de diretório de despejo padrão

 

Passo 01 – Criar o diretório para alocar os arquivos

# sudo mkdir /tmp/dump

 

Passo 02 – Dar permissão ao usuário msssql

# sudo chown mssql /tmp/dump

# sudo chgrp mssql /tmp/dump

 

Passo 03 – Use o Use mssql-conf para mudra o diretório padrão

# sudo /opt/mssql/bin/mssql-conf set defaultdumpdir /tmp/dump

 

Passo 04 – Reinicie o serviço do SQLServer

# systemctl start mssql-server.service

 

05 – Alterando o local padrão do backup

 

Passo 01 – Instalar o Samba

# apt-get install samba

 

Passo 02 – Criar pasta de backups e permissioná-la

# mkdir -p /tmp/backups

# chown nobody.nogroup /tmp/backups

# chmod 777 /tmp/backups

 

Passo 03 – Configurar o SAMBA

# nano /etc/samba/smb.conf

 

Adicionar no final do arquivo

 

[publico]

path =/tmp/backups

comment = Diretório de acesso público

read only = no

browseable = yes

writable = yes

guest ok = yes

create mask = 0777

force create mode = 777

force directory mode = 777

 

Passo 04 – Reiniciar o serviço do SAMBA

# /etc/init.d/samba restart

 

Passo 05 – Alterar o diretório padrão dos arquivos de Database

# sudo /opt/mssql/bin/mssql-conf set defaultbackupdir /tmp/backups

 

Passo 06 – Reinicie o serviço do SQLServer

# systemctl restart mssql-server.service

 

06 – Habilitando e desabilitando trace flags

 

Passo 01 – Habilitar traceflags

# sudo /opt/mssql/bin/mssql-conf traceflag 1234 on

 

Passo 02 – Se precisar de inúmeras traceflags utilize o comando

# sudo /opt/mssql/bin/mssql-conf traceflag 2345 3456 on

 

Passo 03 – Para desabilitar as traceflags

# sudo /opt/mssql/bin/mssql-conf traceflag 1234 2345 3456 off

 

Passo 04 – Reiniciar o sqlserver sempre para aplicar as alterações

# sudo systemctl restart mssql-server